Saber a gravidade dos eventos gravados irá ajudá-lo a priorizar quais são os mais relevantes de assistir. Dessa forma, você diminui tempo e garante feedbacks mais assertivos para seus motoristas.

Como a gravidade é definida?

A gravidade é configurada por evento e pode ter três níveis diferentes:

  • Média

  • Grave

  • Gravíssima

Recomendamos assistir todos os eventos gravíssimos, pois são os que colocam a vida do condutor em risco. Caso seu motorista esteja gerando muitos eventos gravíssimos, recomendamos que seja feita uma conversa a fim de entender a causa dos eventos.


Eventos de acelerômetro
A gravidade do evento de curva brusca é classificada levando em consideração a força G (m/s²) sofrida pelo veículo em uma curva. Nos eventos de frenagem e aceleração brusca levamos em consideração a desaceleração e aceleração do veículo, respectivamente, no momento em que o evento é registrado.

Por se tratar de um cálculo de força relativo a aceleração, o peso do veículo importa, certifique-se de que o porte de seus veículos estão configurados corretamente clicando aqui.

Direção Distraída
É calculada uma porcentagem (%) em cima dos parâmetros, que são: velocidade do veículo, distância do carro da frente (em segundos), quantidade de desvios da postura do motorista (horizontal e vertical) e duração do evento de desvio da postura.

Distância Insegura
A métrica usada é o TDC (tempo de colisão) em segundos. Ou seja, quanto menor o tempo de colisão, mais grave é o evento.

Evento

Exemplo

Gravidade

Curva Brusca

É usada como métrica a força G (m/s²) sofrida pelo veículo em uma curva. Ou seja, quanto maior a força G, mais brusca foi a curva.

Além disso, o peso do veículo também é levado em conta, pois esse parâmetro influencia diretamente na aceleração dos veículos.

Veículos pesados:

  • Média

força G menor ou igual a 2,3 m/s²

  • Grave

força G entre 3,0 a 2,3 m/s²

  • Gravíssima

força G maior ou igual a 3,0 m/s²

Veículos médios:

  • Média

força G menor ou igual 2,4 m/s²

  • Grave

força G entre 2,4 a 3,1 m/s²

  • Gravíssima

força G maior ou igual a 3,1 m/s²

Veículos leves:

  • Média

força G menor ou igual 2,5 m/s²

  • Grave

força G entre 2,5 m/s² a 3,2 m/s²

  • Gravíssima

força G maior ou igual a 3,2 m/s²

Frenagem Brusca

É considerada a desaceleração do veículo no momento que é registrado o evento.

Veículos pesados

  • Média

desaceleração menor ou igual à 2,15 m/s²

  • Grave

desaceleração entre 2,15 à 2,45 m/s²

  • Gravíssima

desaceleração maior ou igual à 2,45 m/s²

Veículos médios

  • Média

desaceleração menor ou igual à 2,20 m/s²

  • Grave

desaceleração entre 2,20 à 2,50 m/s²

  • Gravíssima

desaceleração maior ou igual à 2,50 m/s²

Veículos leves

  • Média

desaceleração menor ou igual à 2,25 m/s²

  • Grave

desaceleração entre 2,25 à 2,55 m/s²

  • Gravíssima

desaceleração maior ou igual à 2,55 m/s²

Aceleração Brusca

É levada em conta a aceleração do veículo no momento que é registrado o evento.

Assim como nos eventos de curva brusca, o peso do veículo é considerado, pois este parâmetro influencia diretamente na aceleração.

Veículos pesados

  • Média

aceleração menor que 2,1 m/s²

  • Grave

aceleração entre 2,3 a 2,1 m/s²

  • Gravíssima

aceleração maior ou igual à 2,3 m/s²

Veículos médios

  • Média

aceleração menor que 2,4 m/s²

  • Grave

aceleração entre 2,4 a 2,2 m/s²

  • Gravíssimos

aceleração maior ou igual à 2,4 m/s²

Veículos leves

  • Média

aceleração menor que 2,3 m/s²

  • Grave

aceleração entre 2,5 a 2,3 m/s²

  • Gravíssimas

aceleração maior ou igual à 2,5 m/s²

Distância Insegura

A métrica usada é o TDC (tempo de colisão) em segundos. Ou seja, quanto menor o tempo de colisão, mais grave é o evento.

Os eventos de distância insegura são gerados apenas quando a velocidade está acima de 60 km/h.

  • Média

TDC maior que 0,75s

  • Grave

TDC entre 0,42s e 0,75s

  • Gravíssima

TDC menor que 0,42s

Direção Distraída

É calculada uma porcentagem (%) levando em consideração os seguintes fatores:

  • velocidade do veículo

  • distância do carro da frente (em segundos)

  • quantidade de desvios da postura do motorista (horizontal e vertical), tendo em conta uma direção normal calibrada em 3D

  • duração do evento de desvio da postura.

  • Média

porcentagem de severidade menor que 60%

  • Grave

porcentagem de severidade entre 60% a 80%

  • Gravíssima

porcentagem de severidade maior que 80%

Como posso saber a gravidade dos eventos?

Na página Cobli Cam, na lateral do seu painel, é possível acessar a página onde todos os eventos de risco são mostrados.

Na lateral direita de cada vídeo, é sempre indicada a gravidade de cada evento.

Já na parte superior, é possível identificar quantos eventos de risco foram gerados para cada tipo de gravidade.

Como funcionam os filtros da página?

Os filtros auxiliam na busca de vídeos individuais ou de grupos específicos, como por evento, gravidade ou grupo de motoristas.

Clique no botão Filtrar gravidade para auxiliar na busca de vídeos de gravidades específicas.

Os filtros também influenciam na contagem dos eventos por gravidade. Dessa forma, é possível saber quantos eventos médios, graves e gravíssimos foram gerados por um motorista, veículo, grupo de motoristas, dia ou intervalo de dias.

Além disso, é possível utilizar mais de um filtro por vez para visualizar somente os eventos que você quer (ex.: “quero ver apenas os eventos graves do motorista Douglas”).

Ficou com alguma dúvida ou gostaria de passar um feedback? Entre em contato com a gente pelos canais de atendimento.

Encontrou sua resposta?